Ser livre é fazer o que quiser?

Reading time: 5 minutes

Ser livre é fazer o que quiser? – Leia esse artigo e tire suas conclusões.

Sim, em certo ponto isso é liberdade, mas será que as pessoas são realmente livres?

Muitos dizem que são livres por que podem sair a hora que quiser e chegar a hora que quiser em casa. Mas outros dizem que ser livre é poder fazer o que bem entender se ter ninguém para cobrar nada.

Contudo hoje as pessoas tem um falso senso de liberdade, mas é fato que tanto as pessoas que fazem o bem, quanto as pessoas que fazem o mal tem sua definição de liberdade.

Augusto Cury deu uma interpretação de liberdade bem interessante:

Ser livre é não ser escravo das culpas do passado nem das preocupações do amanhã.

Ser livre é ter tempo para as coisas que se ama. É abraçar, se entregar, sonhar, recomeçar tudo de novo.

É desenvolver a arte de pensar e proteger a emoção.

Mas, acima de tudo, ser livre é ter um caso de amor com a própria existência e desvendar seus mistérios.
Augusto Cury

Partindo dessa citação de Augusto Cury, podemos perceber que muitas pessoas dizem ser livres, mas são escravas do passado.

Além disso quantas pessoas dizem ser livres, mas não tem tempo para as pessoas que ama, nem para fazer o que ama?

Quantos são escravos até mesmo do futuro, pois vivem ansiosas com o que acontecerá amanha?

Quantas pessoas dizem que são livres mas ainda estão presas no ódio de si mesmas. Não se amam, acabam por não amar ninguém também.

Não sonham, vivem em um mundo sombrio dentro de si mesmas.

Liberdade em Meio aos Vícios?

Outros dizem que são livres por que bebem o quanto querem, fumam a vontade. Mas eu te pergunto, são realmente livres?

Diga par ela o seguinte: Você é livre? Então largue a bebida agora!
Certamente elas ficarão espantadas, ou não saberão o que dizer.

Não isso não é liberdade, pois ser livre é ter poder para rejeitar tudo o que lhe faz mal. Mas se alguma coisa faz mal a sua própria vida e você não consegue ser livrar então isso não é liberdade.

Acrescente-se ainda que vício não é somente cigarros e bebidas, mas certamente vícios de gastar mais do que se ganha, e comer mais do que se deve.

Portanto a lista é imensa, e são coisas que trazem prejuízos as pessoas a curto e a longo prazo.

Quantas pessoas compram o que não precisam? Quantos são escravos da indústria alimentícia? Ademais muitos são escravos da moda e da tecnologia.

Não importa o que seja, a partir do momento que se torna um vício já se tornou algo extremamente nocivo para a vida em um todo.

Escravos julgando escravos

Você já percebeu alguém que é escravo de algo julgando outro que escravo em outra questão? Veja como exemplo alguém que não é escravo de jogos julgando que é escravo da bebida.

São âmbitos diferentes mas ambos são escravos. Alguém pode não ser escravos de jogos de azar por exemplo, mas é escravo da tecnologia.

Portanto o que deve ser feito é se livrar dessas prisões, não importam quais sejam.

Se formos livres por dentro nada nos aprisionará por fora
Augusto Cury

Liberdade interior trás liberdade Exterior

Essa é uma grande verdade falada por Augusto Cury.
Então não adianta uma pessoa querer ser livre por fora se vive uma prisão interior.

Certamente isso é algo que jamais funcionará, portanto as pessoas devem lugar por uma consciência livre, mantendo-se livres de culpas e medos internos.

Deixando o passado para trás e seguindo adiante, caso contrário a liberdade nunca irá acontecer.

Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante,
Filipenses 3:13

Acima temos uma citação do apostolo Paulo, para entende o que ele estava falando leia o capítulo 3 do livro de Filipenses na Bíblia.

Perceba que para seguir adiante ele precisa deixar as coisas que ficavam para trás, pois como ele poderia ser livre para seguir adiante preso as coisas do passado?

Ser livre é fazer o que quiser até que ponto?

Ser livre é fazer tudo o que quiser mas que não escravize ao mesmo tempo. Não sei se você concorda com isso, mas eu penso que seja dessa forma.

Então se eu faço algo que me torna um escravo, eu pergunto: Que liberdade é essa?

Não! Certamente isso não é e nunca será liberdade. Veja por exemplo que existem pessoas que bebem, mas não são escravas da bebida.
Existem pessoas que comem, mas não são escravos da comida.

Então você mesmo pode criar uma lista imensa de coisas que você percebe que as pessoas fazem, mas nunca são escravas de tais coisas.

Eu penso ser livre é fazer o que quiser com a consciência limpa, tendo portanto a certeza que isso não me escravizará nem agora e nem futuramente.

Não sei se você entendeu o que eu quis dizer, mas é bom ouvir também o que tens a dizer.

Deixe o seu comentário abaixo e deixe o que você entende a respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *